Diferença entre ME, MEI e EPP

Quando uma empresa é aberta, ela tem que optar por um enquadramento de porte, podendo ser MEI, ME e EPP ou DEMAIS. Para fazer a escolha certa, o empreendedor tem que estar ciente das diferenças entre os enquadramentos e ter uma previsão do faturamento nos primeiros anos da empresa.


Uma empresa MEI, ou Microempreendedor Individual, é uma empresa formada por uma única pessoa, e tem o beneficio do governo de pagar um imposto fixo por mês, desde que seu faturamento não exceda R$ 81.000,00 por ano e o limite de 1 funcionário. Além do benefício tributário, esse enquadramento de porte desobriga a empresa da emissão de notas fiscais e do registro de suas alterações nos órgãos competentes.


A empresa enquadrada como ME, ou Microempresa, tem um limite de faturamento de R$ 360.000,00, pode tanto ser uma empresa individual como uma sociedade, e o único benefício é poder ser optante do Simples Nacional.


O enquadramento como EPP, ou empresa de pequeno porte, são para empresas com previsão de faturamento até R$ 4.800.000,00 e seguem as mesmo padrão que o enquadramento como ME.


Já as empresas enquadradas como DEMAIS, tem uma previsão acima de R$ 4.800.000,00 sem limite máximo, podendo também ser empesa individual ou sociedade, mas não é permitido ser optante pelo Simples Nacional, já que o valor ultrapassa o limite do Simples Nacional.